quinta-feira, 7 de outubro de 2010

SUS – Sistema Único de Saúde



É assim que é determinado o atendimento à saúde pública no Brasil, repare, eu disse saúde pública do Brasil e não estadual ou regional.

Partindo do principio que o SUS é um “Sistema Único”, logo se entende que não existe outro sistema, e também que ele faz parte do sistema, sendo assim, podemos definir a saúde brasileira como sistemática, veja, eu disse, partindo desse principio.

Se formos partir do principio que é um serviço de “DIREITO” da população e para a população, logo devemos entender que, nosso dever é zelar por ele, ou valorizá-lo, e não vejo melhor forma de fazer isso, se não usufruindo ou tentando usufruir dele.

Dessa forma, para que sua manutenção e existência sejam mantidas, é necessário que o sistema, ou, ou estado, ou, os cofres públicos invistam dinheiro nele. Dinheiro esse que sai do bolso dos brasileiros, 193.5 milhões de brasileiros (segundos dados divulgados pelo IBGE). Nossos impostos são os mantenedores desse sistema.

Segundo dados retirados do site Portal da Saúde ( www.saude.gov.br ):O que é o SUS
O Sistema Único de Saúde (SUS) é um dos maiores sistemas públicos de saúde do mundo. Ele abrange desde o simples atendimento ambulatorial até o transplante de órgãos, garantindo acesso integral, universal e gratuito para toda a população do país. Amparado por um conceito ampliado de saúde, o SUS foi criado, em 1988 pela Constituição Federal Brasileira, para ser o sistema de saúde dos mais de 180 milhões de brasileiros.

Se formos comparar com os dados da Unimed, maior cooperativa de saúde privada do Brasil e no Mundo ( www.unimed.com.br ): Sobre a Unimed
A Unimed é a maior experiência cooperativista na área da saúde em todo o mundo e também a maior rede de assistência médica do Brasil, presente em 83% do território nacional. O Sistema em 1967, e hoje presta assistência para mais de 16 milhões de clientes e 73 mil empresas em todo País.

Se formos comparar, ambos os sistemas, poderemos ver que a única diferença entre eles é que um é explicitamente pago, enquanto o outro é implicitamente pago. Afinal, o sistema público ou Sistema Único de Saúde, é pago com nossos impostos. Segundo os dados coletados no site do SUS, ele atende quase a população toda, inclusive, as pessoas que pagam, também, por outros planos de saúde, como a Unimed, mencionada acima.

A questão é, como pode, o maior, ou um dos maiores, Sistema de Saúde do mundo, deixar a desejar em seu atendimento?

Pessoas ficam horas esperando por um atendimento digno, são tratados como lixo, em alguns lugares, como se o cidadão que lá está, estivesse procurando por atendimento sem necessidade, ou apenas por lazer e passa tempo.

Não sei se é falta de orientação por parte dos órgãos públicos federais, ou se por falta de vontade das pessoas contratadas para prestar atendimento nesse sistema.

Se por um lado a diversidade entre as regiões Brasileiras são grandes, nesse ponto o Sistema é realmente único, pois em todos os lugares, independente de qual seja a cidade ou o estado do país, o atendimento encontra as mesmas situações de precariedade e desprezo.

Não é justo que uma pessoa leve mais do que 1 hora para ser atendida, e o que acontece na maioria dos Hospitais Públicos que atendem esse “Convênio”, ou “Sistema Único de Saúde”, são as pessoas esperarem em média 3 horas pelo primeiro atendimento, sem levar em conta, o tempo de espera caso tenha que tomar alguma medicação ou fazer algum procedimento. Isso faz com que os atendimentos levem em média de 5 a até 8 horas “por pessoa”.

Não importa se o Sistema está saturado, o que importa é que receber o atendimento é um direito de todos os cidadãos, independente de qual seja o a situação em qual se encontra o estabelecimento ou o cidadão, que nesse caso, prefiro chamar de paciente.

Paciente no dicionário significa: ¹Quem tem paciência, ²Que recebe a impressão de um agente físico, ³Pessoa que sofreu uma operação cirúrgica ou pessoa que está doente.
Assim, podemos definir que uma pessoa que procura atendimento médico em um Hospital ou posto de atendimento médico, tem que ser paciente, pelo menos, 2 vezes, a primeira por esperar, a segunda por “necessitar” do atendimento.

O Estado tem que dar ampla condição e celeridade em atender as necessidades básicas da população, e a saúde é uma necessidade básica, a saúde é um direito constitucional
Acho que já passou da hora do Sistema se orgulhar em ser um dos maiores do mundo, enquanto o atendimento não está sendo feito com qualidade ou dignidade. A dignidade é um direito de qualquer cidadão, isso implica em praticar a cidadania, o que muitas vezes deixa de acontecer, como é o caso de longas esperas em filhas de postos de saúde.

Já passou da hora das autoridades serem coerentes e sensíveis quanto a essa situação, já passou da hora em que eles precisam enxergar a realidade tal como ela é, ver e perceber que essa questão é fundamental para o comprimento da cidadania e para a manutenção e continuação da vida.

Época de eleição, todos falam em todas as eleições, nessas de 2010 não foi diferente, muitos falaram e prometeram melhoras no sistema de atendimento do SUS, entretanto, é difícil acreditar que isso seja feito, que essas mudanças sejam feitas, melhoradas.

Expresso aqui minha indignação e meu protesto, pode não resultar em nada, mais presenciei situações horríveis e revoltantes ontem, enquanto acompanhava minha mãe á espera de atendimento médico em um Hospital Público.

Após ter desmaiado algumas vezes e estar com dificuldades respiratórias, ela ficou mais de 1 hora esperando para fazer um exame de Raio-X, sendo a próxima da fila, para o médico nem se quer abrir o envelope do exame e dizer para ela: “Está tudo bem com a senhora, dona Olga”. Ao contrário disso, ele não esperou nem ela se assentar e disse apenas: “é resfriado”. Ele não se preocupou em saber que há 8 anos atrás ela retirou 75% do pulmão esquerdo, que um simples resfriado para nós, equivale a uma pneumonia para ela. Não se preocupou em passar orientações para que ela conseguisse respirar melhor, ou pelo menos, para que o quadro dela não se agrava-se.

Talvez por esses e outros motivos é que muitas pessoas procuram tratamentos alternativos ou até mesmo, consultam “farmacêuticos” ao invés de procurar médicos especializados. Talvez porque até mesmo os “farmacêuticos” dêem mais atenção aos “pacientes”, talvez porque eles também fazem parte dos 180 milhões de brasileiros que são dependentes do Sistema Único de Saúde.

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Politicagem



Politicagem

Ainda bem que essa porcaria de período eleitoral terminou, sei da importância dos candidatos se manifestarem em suas campanhas, a saturação e bombardeio dessas informações, manifestações e até mesmo invasões de domicílio.

Espera ai, não me achem antidemocrata, nem pensem que política para mim não tem importância, não é isso, a questão a ser abordada aqui é exatamente em defesa disso.

Conhecer os candidatos é fundamental, mais pensem nisso, você resolve dar uma volta pelas ruas do seu bairro no final de semana (período que se tem para relaxar da rotina do dia a dia) quando de repente, se depara com inúmeras faixas, placas e bandeiras de candidatos, inúmeros carros de som berrando um slogan (música) mentiroso (praxe) berrando na sua orelha, acompanhado de uma fila quase que interminável de carros, peruas, vans, motos e caminhões buzinando e fazendo barulho. É ai que te faço a pergunta: Como relaxar assim?

Vou alem, me diga você mesmo: Você votaria em um cara desses que simplesmente resolve poluir sua audição, visão, casa, caminho, cidade, mundo, tirando sua paciência e sua tranqüilidade, em pleno final de semana? Desculpe, eu não consigo dar meu voto para esse tipo de pessoas.

Panfletos, cartas com propaganda política, dentre outras poluições que só fazem denegrir a natureza. E eles ainda têm coragem de afirmar que se preocupam com políticas de “preservação do meio ambiente”, “sustentabilidade”, “saneamento básico”, “educação”, “saúde”, dentre outros fatores.

Digam-me quantas arvores foram mortas para que esses panfletos, cartas e placas fossem feitas, e quantas arvores vão morrer quando esse material simplesmente for esquecido em terrenos baldios, bueiros e praças públicas após as eleições?

E digam que projeto de sustentabilidade está enquadrado em fazer todos esses materiais de campanha, utilizando papeis sofisticados, nem ao menos papeis reciclados eles utilizam.

Mostre como prometem saneamento básico, quando sabemos que esses materiais vão parar em esgotos, rios, lagos e até mesmo no mar, como querem prometer água limpa e esgoto tratado se estão colaborando na poluição das águas e no aumento considerado do esgoto, ou lixo, de nosso país.

Educação eles prometem, porem, tem para conosco quando resolvem estragar nossos passeios poluindo a visão de nossos trajetos, quando resolvem invadir nosso momento de descanso e entrar em nossos lares com os intermináveis vídeos de campanha que passam na programação da televisão sem nem nos saudar. Como querem pregar educação, se não estão nem ai de colocar carros berrando em nossos ouvidos, poluindo nossa audição com seus carros e caravanas cheias de buzinas e músicas em alto volume.

E por ultimo, e visivelmente, o menos importante para eles, nossa saúde, afinal, a poluição sonora que eles causam, prejudicam nossa audição. A poluição de água e esgoto e acabando com nossos recursos naturais, isso prejudica nossa respiração, qualidade de vida e até alimentação. Como podem pregar zelar pela saúde mesmo assim?

Alias, por ultimo não, ou estaria esquecendo-me da internet, sim, da internet, afinal, a politicagem chegou nas famosas "redes-sociais", blogs, orkut, twitter, facebook entre outros. Até por e-mail chega propaganda política. Abre o e-mail do trabalho e tem lá, 4 ou 5 e-mails do mesmo candidato, enviados no mesmo dia, e a história se repete durante os outros dias da semana também. Isso é fato, não é mito.

Ainda bem que as eleições acontecem daqui a dois dias, espero sinceramente que não haja segundo turno, senão essas chateações, mentiras e calunias vão continuar acontecendo.

Muitos devem concordar comigo, alguns devem discordar de mim, o que quero com isso, é chamar atenção de todos para as banalidades que esses políticos, que muitas vezes são também corruptos, cometem conosco, ao mesmo tempo em que fazem de conta querer nos ajudar.

Não deixe de votar, mais vote consciente, seu voto pode melhorar ou piorar as questões citadas acima!

Continuo "isquisito" entretanto, crítico!

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Apresentação de Jogo - eRepublik - Melhor Second Life por Browser

Não é boa idéia ficar na frente do PC usando só uma tanga e uma capa, né? Mas você terá a personalidade de Leonidas após jogar esse jogo por um tempo.

Porra, tu já pensou em ser jornalista, empresário, político, vagabundo, militar ou tudo ao mesmo tempo?

Se você se diverte apenas em roubar uma colheitinha, será a pessoa mais feliz do mundo ao ajudar seu país a conquistar a ESPANHA! Sim, isso mesmo, estamos indo rumo a Europa para reforçar nosso time para a Copa na África.

O seu perfil no jogo é algo simples e complexo ao mesmo tempo, o que dá uma dinâmica FODA ao jogo.

video

Não quero ver desculpas como ‘eu não tenho tempo‘, pois nesse jogo você pode jogar com apenas 2 minutos ou ficar 24 horas direto na internet sem conseguir parar.

A Espanha pretende se vingar e estão próximos de tomar a NOSSA Floresta Amazônica! Precisamos da sua ajuda, entre pelo Norte para dificultar no caso de uma guerra lá. Cadastre-se aqui para jogar!

Mas, POR FAVOR, não se empolgue… Eu sei que é difícil, mas só lute 5 vezes no primeiro dia e use o hospital, caso contrário você pode beirar a morte.

Entre! Faça sua parte! Mude o mundo! O jogo é seu.

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Frases Minhas


Frases totalmente inúteis, logo de cara lhe aconselho, se não tem humor ou senso de ridiculismo não leia, são frases apenas para quem tem um "mínimo" senso de noção e humor.

Dinheiro não fode a nossa vida, ele só nos faz pensar que estamos fodidos.

Trabalho não garante honestidade, caráter sim.

Todos seus amigos são de verdade, o que não é verdadeiro é a postura da maioria deles para com você.

Confiança é algo que você conquista e assim como tudo no mundo, alguém vem roubar de você.

A única semelhança entre sarcasmo e orgasmo é o nome.

Falsidade é algo que todos dizem detestar, mais só nesse dizer já estão sendo falsos.

Mentira é como adubo, ambos saem de um buraco sujo e me causam náuseas.

Chefe não é amigo e amigo não vira chefe. Se alguém confunde o conceito, com certeza confunde a prática.

Se me perguntar alguma coisa, acredite na minha resposta, pois se for pra duvidar, não me faça perder tempo respondendo-lhe.

Inveja é como franja de emo, tapa os olhos das pessoas.

Boca aberta se não for de sono, com certeza vai lhe trazer dor de cabeça.

Se for falar mal de alguém, fale na cara, não seja covarde.

Quem cedo madruga só Deus ajuda, os outros só vão atrapalhar.

Por favor, se você não gosta de mim, tente ao menos gostar de você mesmo ou de alguém.

Tudo que fazemos hoje voltará amanha, ou depois de amanha, não importa a data mais sim a forma como voltará.

Se você não aceita brincadeiras pelo menos aceite a realidade, não brinque.

Mais vale uma pessoa que já viveu muito e acha que é pouco, do que uma que viveu pouco e acha que é muito.

Não tenha dó de mim, tenha dó de sigo mesmo por achar que alguém é inferior a você.

Superação não é disputa, é condicionamento.

Subir na vida não significa entrar em um elavador, muito menos subir em alguém.

Recadinhos só são válidos em festinhas juninas, na vida mostre maturidade e atitude, de o recado pessoalmente.


*** Preserve suas amizades tentando faze-las sorrir sempre, mesmo que elas sejam mal educadas, estupidas, inconsequentes, arrogantes, inconvenientes ou simplesmente "toscas" com você. É melhor tentar brincando do que ofendendo. ***

Não gostou, paciência.

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Tecnofobia - O mais novo vicio da atualidade



Se por um lado os avanços tecnológicos facilitam a vida das pessoas. Por outro ele acaba prejudicando o desenvolvimento social de outras.

Nos últimos anos cresceu muito o número de meios e veículos de comunicação em nossas sociedades. Podemos citar como exemplo disso os aparelhos telefônicos que há quinze anos eram limitados, não eram todas as residências que tinham, e hoje em dia, qualquer pessoa pode ter um aparelho de celular.

Outro exemplo são os computadores, a maioria das famílias hoje tem computadores em casa, mesmo quem não tem em casa, pode usar em outros locais como em Lan House. Uma das ferramentas mais utilizadas é o Messenger, ele propicia cominucação entre pessoas que tem pouco tempo para se ver ou até mesmo, nunca se viram. O fato é que, muitas vezes, pessoas que convivem em rotinas diárias, falam muito mais pelo Messenger do que pessoalmente. Esgotam os assuntos pela internet e quando ficam cara a cara o assunto acaba, simplesmente, deixa de fluir.

Antigamente quando as pessoas se visitavam ou faziam churrascos, festas dentre outras atividades coletivas, todos conversavam entre si, faziam um circulo e colocavam o assunto em dia. Hoje tudo é diferente.

Vou usar como exemplo minha família, sempre que minha família se reúne para um churrasco ou para comemorar aniversários, acontece uma divisão. As mulheres vão para a sala assistir novela ou televisão, os homens vão para a cozinha beber cerveja ou para perto da churrasqueira, alguns primos só estão preocupados com vídeo game ou computador. Deixa de haver uma real união, cada um só está preocupado com sua atividade, novela ou interesse, esses encontros deixam de ser intensos, passam a ser artificiais. Nós dizemos que estivemos todos juntos, quando na verdade, estávamos no mesmo lugar, entretanto, separados por nossos próprios interesses.

Quando digo que esse avanço prejudica o desenvolvimento social das pessoas, posso citar motivos. A internet lhe permite acessar suas contas bancarias, pagar contas, fazer compras, ler jornais dentre outras coisas, sem sair de casa. Ela lhe proporciona contato com o mundo exterior, mais esse contato não lhe proporciona interação, participação real e efetiva.

Através da internet uma pessoa pode conhecer os lugares mais isolados do mundo, ver as imagens mais extraordinárias, ler os textos e obras mais conceituadas, assistir filmes prediletos, conhecer pessoas, só não podem fazer uma coisa. Descobrir o novo, isso mesmo, esse “individualismo” lhe priva do novo, do descobrimento do novo, de ter sua própria percepção sobre o universo em que vivemos.

Os meios de comunicação disponíveis hoje nos privam das coisas novas, não bloqueiam de pensamentos, nos cegam para o que realmente está acontecendo, eles nos prejudicam impedindo que possamos criar nossas próprias opiniões sobre todos os acontecimentos que nos cercam no dia a dia.

A realidade é uma só, passamos a ser dependentes diretos de tudo que nós mesmos criamos, deixando de lado as essências fundamentais da nossa vida. Deixamos de viver a nossa vida para que outras pessoas possam viver as delas. Deixamos de usufruir tudo que criamos e passamos a ser dependente dessas criações.

Se a sua opinião é diferente da minha, não deixe de opinar, não esconda seu ponto de vista.

Continuo "isquisito" mais sou legal :D